Vítimas de naufrágio no Pantanal de MS faziam churrasco quando vendaval virou barco no rio Paraguai

Os 21 ocupantes do barco-hotel que naufragou nas águas do Rio Paraguai, no Pantanal sul-mato-grossense, foram pegos de surpresa pela ventania que provocou o acidente, na tarde de sexta-feira (15). À polícia, um dos passageiros, de 51 anos, afirmou que o grupo fazia churrasco quando a embarcação virou.

Conforme boletim de ocorrência, boa parte dos 12 passageiros e nove tripulantes que estavam a bordo do Carcará, confraternizava na parte de cima da embarcação. Com o vento forte, o grupo não teve tempo de saltar do barco, que virou e afundou.

Segundo o sobrevivente, entre os passageiros estavam moradores de Rio Verde, no interior de Goiás, e também das cidades de Sumaré e São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

Pesca

Conforme relatou um dos passageiros que conseguiu se salvar, os 12 turistas estavam no Pantanal desde o dia 9 de outubro, quando contrataram a embarcação no Porto Limoeiro e saíram para pescaria em direção ao Paraguai Mirim, região do Castelo, e depois para o Bonfim, onde permaneceram boa parte do tempo.

O sobrevivente destacou ainda, que o barco possuía toda a infraestrutura necessária para estadia de todos os ocupantes durante o período em que navegaram.

Após o naufrágio, 14 pessoas conseguiram flutuar e, logo depois, se abrigaram no casco da embarcação. Bombeiros e marinheiros fizeram buscas aos desaparecidos, localizando, até a publicação desta reportagem, seis deles mortos.

A Polícia Civil vai apurar o caso, registrado inicialmente como morte a esclarecer.

 

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *