Chuva de granizo, ventos e raios atingem Campo Grande durante madrugada

A forte chuva de granizo que atingiu Campo Grande na madruga deste domingo (24), veio acompanhada de raios e rajadas de ventos que chegaram a 65 quilômetros por hora. Segundo o Corpo de Bombeiros, até a publicação desta reportagem, não houve nenhum registro de ocorrência grave decorrente à tempestade, mas um balanço será divulgado ainda na manhã de hoje.

Conforme o meteorologista Natálio Abrão, a chuva que durou a madrugada toda foi de 61,4 milímetros. Alguns bairros o fornecimento de energia interrompido devido à tempestade.

Apesar da previsão da forte chuva para esse final de semana, os campo-grandenses se preparam, principalmente depois da última tempestade deixar um rastro de destruição há pouco mais de uma semana. No último dia 15, os ventos chegaram a cerca de 94 quilômetros por hora.

Com o vendaval, uma idosa quase foi levada pela rajada, enquanto pilotava, um motoqueiro caiu após a caída de um galho e os bombeiros registram pelo menos 250 ocorrências de queda de árvores.

A tempestade de poeira também provocou estragos em diversas cidades do estado. Em Dourados os ventos chegaram a mais de 80 quilômetros por hora.

Houve queda de muros, postes e árvores em diferentes pontos da cidade, incluindo a avenida Marcelino Pires, principal via do centro, onde o trânsito precisou ser interditado.

No Hospital Regional do município, a porta da recepção foi arrancada pela força do vento. Também foram registrados danos em indústrias, que ficam próximas a BR-163. Ainda conforme a prefeitura, a Central de Atendimento telefônico da Guarda Municipal e da Defesa Civil de Dourados foram atingidas pelo temporal.

Em razão dos estragos, o município decretou situação de emergência.

Ponta Porã também sofreu com a tempestade. Em alguns pontos da cidade, árvores caíram sobre casas, comércios e bloquearam até rodovias. Assista ao vídeo abaixo.

Em Sidrolândia um grupo de trabalhadores instalava placas na entrada da cidade quando foi surpreendido pela ventania.

Segundo moradores, árvores e placas foram derrubadas com a força do vento e alguns pontos do município estão sem luz.

 

 

Fonte: G1
Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *