Um idoso de 68 anos foi preso em Água Clara, na região leste de Mato Grosso do Sul, suspeito de estuprar crianças da mesma família. Uma criança de 10 anos e a tia dela, de 30, disseram ter sido abusadas pelo marido da avó e a polícia acredita que há mais vítimas. Ele nega o crime.

A Polícia Civil chegou até o idoso após denúncia da família de uma das vítimas, uma menina de 10 anos. A criança morava com o suspeito e a avó, em uma fazenda, até o final de 2020. Quando foi para a casa do pai, a madrasta estranhou que a menina não sorria, entre outros comportamentos diferentes para uma criança da idade dela.

A mulher conseguiu ganhar a confiança da enteada e então ela contou que era abusada pelo marido da avó desde que tinha 5 anos. Falou ainda que a prima também já tinha sido vítima e que o suspeito tinha arma.

A Polícia Civil e o Conselho Tutelar foram acionados, foram até à fazenda e lá encontraram uma arma de fogo com o suspeito, o qual foi preso em flagrante pela posse de arma. Ele nega os estupros.

Outras vítimas

A criança de 5 anos que também seria vítima do idoso estava na cidade com a mãe, de 30, quando os policiais chegaram à fazenda. O Conselho Tutelar conseguiu localizar as duas e então a mulher contou que também já tinha sido abusada pelo suspeito.

Segundo relatos da mulher à polícia, ela foi estuprada pelo idoso pela primeira vez quando tinha 9 anos. Ela falou ainda que desconhecia que a filha e a sobrinha eram abusadas por ele.

A Polícia Civil pediu a prisão preventiva do idoso e investiga se há mais vítimas, pois diversas meninas da mesma família moraram na fazenda com o casal.

 

 

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *