Rachel Magrini vence o debate na CBN para Seccional da OAB/MS

A candidata à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), Rachel Magrini, venceu o debate realizado pela Rádio CBN, na manhã desta quinta-feira (11). A candidata foi aclamada por uma multidão de advogados que acompanharam o debate, prestando seu apoio por sua participação ativa e incisiva, mostrando a necessidade de mudança e as propostas para a advocacia para o próximo triênio.

Mudança e oxigenação das ideias são os principais motivos de se candidatar à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul. “Coloquei meu nome à disposição dos advogados de Mato Grosso do Sul porque quero trazer um novo tempo para a OAB/MS. Temos constatado o distanciamento da nossa instituição, a falta que tem feito no dia a dia a intervenção da OAB, seja federal ou estadual. Precisamos ouvir a advocacia, constatar os nossos problemas, e agir para trazer soluções, para termos uma Ordem mais transparente, inclusiva e democrática. Esse é o anseio da advocacia, nosso diagnóstico através das nossas visitas pelo Estado”, explicou Rachel Magrini.

Um dos temas abordados durante o debate, Rachel falou sobre a falta de diálogo e voz da advocacia de Mato Grosso do Sul, na atual gestão, que há oito anos vem acompanhando todas as mudanças como mera expectadora, sem agir nas questões de violação das prerrogativas, custas judiciais e extrajudiciais altíssimas, a falta de celeridade para os processos, bem como a falta de representatividade da advocacia do Mato Grosso do Sul, em todos os segmentos.

“Vemos o silêncio da OAB/MS sempre que há questões relevantes, não vamos mais permitir que isso aconteça. Precisamos agir, e é o que faremos, em todas as questões que dizem respeito ao advogado”, afirmou a candidata.
Questionada sobre a renúncia ao cargo de secretária-geral OAB/MS, Rachel Magrini foi incisiva.

“Não compactuo com corrupção, não renuncio os meus valores e a nossa gestão se compromete com propostas, ações e representatividade, e não com meros ataques que sejam revertidos em benefícios próprios! Estamos aqui para dar voz e vez aos advogados”, declarou.

Rachel Magrini falou sobre as propostas para uma gestão participativa, que ouça aos advogados e atenda aos seus anseios. “São oito anos desta atual gestão, este continuísmo tem que acabar! Na nossa gestão, não teremos mais uma OAB cega às necessidades dos advogados e à violação de prerrogativas, surda aos anseios dos advogados, que clamam por socorro. Nosso compromisso é com a advocacia, temos vontade e coragem para fazer diferente, com celeridade e atuação em prol dos advogados de Mato Grosso do Sul”, declarou.

O debate foi realizado em quatro blocos, sendo o primeiro de apresentação pessoal, o segundo com duas perguntas da equipe organizadora, o terceiro, perguntas entre os candidatos e o quarto bloco para as considerações finais dos candidatos. O debate foi transmitido ao vivo pelo Grupo RCN, simultaneamente em Três Lagoas, Paranaíba, e na sede em Campo Grande, além das redes sociais. Mais de duas mil pessoas acompanharam o debate ao vivo, em todo o Estado de Mato Grosso do Sul.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *