Engenheiro preso tinha ‘quarto da Disney’ para estuprar crianças

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta quarta-feira, 24, em Niterói (RJ), um engenheiro de 63 anos acusado de estupro.

Em uma das casas do criminoso, os policiais encontraram um cômodo denominado “quarto da Disney”, em razão dos vários personagens, brinquedos e objetos que serviam para atrair as possíveis vítimas. As informações são do jornal Extra.

Segundo os agentes da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), era neste quarto que os abusos ocorriam.

Em depoimento, o engenheiro admitiu os abusos contra uma das vítimas de 14 anos, mas alegou que seria apaixonado pelo menor e que os atos seriam consensuais. Ainda segundo ele, os abusos teriam ocorrido em diversas viagens feitas no exterior.

De acordo com delegado Adriano Marcelo Firmo França, o engenheiro era “querido” por muitas pessoas, já que distribuía cestas básicas. O suspeito está preso preventivamente.

Como denunciar casos de pedofilia

No Brasil, diariamente, crianças e adolescentes são expostos à violência sexual. No Brasil, até abril de 2019, o Disque 100 recebeu mais de 4 mil denúncias de abuso infantil em todo o Brasil. Há algumas formas de denunciar casos de violência sexual a menores de idade:

Disque 100

Como nos casos de racismo, homofobia e outras violações de direitos humanos, qualquer cidadão pode fazer uma denúncia anônima sobre casos abuso infantil pelo Disque 100. A denúncia será analisada e encaminhada aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização em direitos humanos, respeitando as competências de cada órgão.

Aplicativo Proteja Brasil

Depois de instalar o aplicativo gratuito em seu celular, o usuário rapidinho, respondendo um formulário simples, registra a denúncia, a qual será recebida pela mesma central de atendimento do Disque 100. Se quiser acompanhar a denúncia, basta ligar para o Disque 100 e fornecer dados da denúncia.

Ouvidoria Online

O usuário preenche o formulário disponível aqui e registra a denúncia, a qual também será recebida pela mesma central de atendimento do Disque 100. Se quiser acompanhar a denúncia, basta ligar para o Disque 100 e fornecer dados da denúncia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *