• Com a implantação completa da empresa no município, a cooperativa espera gerar até 150 novos empregos diretos

    Com a proposta de atrair investidores para Bataguassu, oportunizando a geração de emprego e renda para o município, o prefeito Akira Otsubo (MDB) recebeu na última sexta-feira, dia 4 de fevereiro, os representantes da Cooperativa Casul. O encontro teve como objetivo prosseguir com as tratativas voltadas à instalação de uma indústria no município para o processamento de amendoim.
    De acordo com o diretor superintendente da Cooperativa Casul, Júlio Carlos de Arruda, a intenção da Casul é construir a área industrial em um terreno de 60 mil m² do município, localizado na BR-267 próximo ao frigorífico Marfrig.

    A implantação da indústria seguirá um cronograma de quatro etapas, sendo que na fase inicial, a proposta é gerar 8 empregos diretos (nível técnico), com investimento na ordem de quase R$ 30 milhões.

    As operações tem expectativa de serem iniciadas ainda este ano (compra de produto para processamento na unidade de São Paulo) com sequência em 2023, com a construção de cilos para armazenamento de produtos; construção de escritório e instalação de balança. Há ainda a expectativa de instalação de um barracão para comercialização de produtos agropecuários.

    Dentro da expectativa de negócio, Júlio informou que já ouve o estudo de viabilidade econômica para a instalação da unidade em Bataguassu, com expectativa de atuação em outras culturas. A implantação completa da empresa tem previsão de ser concluída em 2025, quando a cooperativa espera gerar até 150 novos empregos diretos.

    “Todo o nosso cronograma poderá ser antecipado se conseguirmos viabilizar recursos do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). Para isso, estaremos em contato com o Governo do Estado, Banco do Brasil para discutirmos essa destinação de recursos”, lembrou o diretor superintendente da cooperativa.

    O gerente de compras da Casul, Djalma Migliorini informou que a cooperativa possui 62 anos de fundação, com 9 mil cooperados e mais de 500 funcionários. São 20 unidades espalhadas pelo País.

    Foto Assecom Prefeitura de Bataguassu

    Akira informou aos presentes que toda a etapa burocrática para a destinação da área do município para a implantação da cooperativa já foi iniciada pela administração municipal.

    O prefeito comentou sobre a importância da vinda de mais investidores para Bataguassu e destacou que o município está em pleno desenvolvimento e em busca da geração de novos postos de trabalho para a população. “Queremos que a cidade se desenvolva cada dia mais.

    Bataguassu é um município de logística favorável, que faz divisa com o Estado de São Paulo, rota para o escoamento de produção. O objetivo é gerar novos postos de trabalho para a população”, frisou Otsubo.

    Estiveram presentes na reunião, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Urbano e Rural, Mário Miguel; a procuradora geral do município, Nadir Vilela Gaudioso; a chefe de gabinete, Maria Aparecida Maia além de demais representantes da Casul.

    Fonte: Prefeitura de Bataguassu

     

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *