• A Câmara Municipal de Três Lagoas fez a entrega simbólica de um cheque de R$ 6.085.826,40 para o prefeito Ângelo Guerreiro, na sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos de 2022, realizada na manhã desta segunda-feira (7). O recurso faz parte de economias realizadas pela Câmara quanto ao duodécimo recebido no ano passado.

    O prefeito Guerreiro afirmou que foi surpreendido com o alto valor e destacou que todo o dinheiro devolvido ainda não tem uma destinação concreta, porém deverá auxiliar nos investimentos em saúde programados para 2022. “É a devolução de um valor inédito”, afirmou.

    A princípio, parte do dinheiro, o equivalente a R$ 3 milhões já havia sido destinada à implantação de leitos para Covid-19, no hospital Nossa Senhora Auxiliadora, no início de 2021. Para cerca de R$ 1,5 milhão também já existe acordo entre os vereadores e o Executivo para serem investidos em exames e cirurgias eletivas que se acumularam durante a pandemia, com objetivo de desafogar as filas. Para o restante, segundo Guerreiro, ainda serão avaliadas as necessidades.

    O presidente da Câmara, vereador Cassiano Maia, afirmou que o Legislativo tem atuado com bastante rigor quanto a seus gastos, visando a economia de recursos e a devolução para beneficiar a sociedade como um todo.

    Mensagem do prefeito

    A sessão solene desta segunda-feira foi aberta com a apresentação da mensagem do prefeito Guerreiro para o Legislativo. O prefeito fez um breve resumo das ações executadas em 2021, com destaque para investimentos em obras de pavimentação e drenagem, recapeamento e recuperação asfáltica. “Para ter uma ideia dos avanços, em 2018, havia 34 quilômetros de drenagem executados no município. Somente em 2021, fizemos mais 14 quilômetros. Quanto a ruas pavimentadas, tínhamos 419 quilômetros. Em 2021, concluímos mais 50 quilômetros. Tudo isso é fruto de muita união dos secretários, dos vereadores, governo federal e estadual”, explicou.

    Guerreiro ainda pontuou a construção de oito novas praças com espaços para saúde, esporte e lazer; construção de duas pontes de concreto armado na zona rural; finalização da obra da feira central; reformas em escolas, prédios públicos e cemitério, além da implantação de iluminação de LED em diversas localidades.

    O prefeito também ressaltou o emprego de mão de obra e recursos materiais próprios em diversas obras, o que resultou em mais serviços e economia de 40% a 50%.

    Para 2022, Guerreiro afirmou que os desafios serão principalmente na área de infraestrutura e qualidade nos atendimentos em saúde. Entre os investimentos, já estão com autorização obras no valor de R$ 70 milhões em drenagem, macrodrenagem e pavimentação. Outras três pontes de concreto serão entregues na zona rural, será projetado o novo shopping popular. Ainda estão previstas obras na avenida Jari Mercante, Jupiá e Vila Alegre. Na educação, a previsão é a construção de uma nova escola e novos centros de educação infantil.

    No cenário global da economia no município, o prefeito lembrou que, após a efetivação da venda da UFN-3 para uma empresa russa, deverá ser apresentado novo projeto de lei para a Câmara autorizar a cessão da área, antes cedida à Petrobras.

    Em seu pronunciamento, o prefeito ainda frisou a importância do trabalho conjunto da classe política, no sentido de conquistar recursos de outras esferas de governo, assim como para ter aprovação de empréstimos para obras de grande monta. “Os recursos conquistados junto à Caixa Econômica, para drenagem, por exemplo, são fruto de crédito político de vereadores e do Executivo”, opinou.

    O presidente Cassiano Maia avaliou que a gestão municipal, no ano passado, foi satisfatória, sabendo tomar as ações emergenciais no combate à pandemia e ao mesmo tempo manteve o atendimento às demandas municipais normais. “Foi uma atuação com sabedoria, trabalho e planejamento”, disse.

    Cassiano Maia discorreu sobre a agilidade da administração na gestão da pandemia, desde os atendimentos para triagem, tratamento, internação e vacinação, assim como no âmbito da economia, com a implantação de medidas para reduzir os danos na economia local, por meio do programa Fortalece Três Lagoas, aprovado pela Câmara, no final de 2021.

    Fonte: PMTL

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *