• Aberta na última sexta-feira (11), a canalização construída entre a Primeira e a Segunda Lagoa já está mostrando resultados e em poucos dias o nível de água da primeira lagoa – Lagoa Menor – subiu cerca de 1 metro, e a expectativa é que aumente ainda mais nos próximos dias.

    O mecanismo foi desenvolvido com o objetivo de salvar a Primeira Lagoa que nos últimos anos vinha apresentando uma redução considerável no volume de água, correndo o risco, inclusive, de secar.

    O Prefeito Angelo Guerreiro solicitou que as Secretarias de Meio Ambiente e Infraestrutura realizassem o monitoramento do nível da lagoa desde o final de 2021, e foi possível observar que mesmo com as chuvas de janeiro e fevereiro, o acréscimo do nível da Lagoa Menor foi baixo e ao contrário do que acontecia com as demais lagoas, continuava perdendo centímetros de lâmina de água dia após dia.

    O Secretário Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito, Adriano Barreto, explicou que com o início da operação do canal com o sistema de comporta para controle e com as chuvas do fim de semana, já foi possível obter um visual melhora no nível da Lagoa menor, elevando seu nível em 1 metro em relação ao nível antes da operação.

    A expectativa é que este equilíbrio entre as Lagoas continue ocorrendo com o nível da Lagoa menor subindo ainda mais pelo menos 60 a 70cm. Totalizando 1,60 a 1,70m de acréscimo

    Adriano destacou que esta foi uma escolha assertiva da gestão, pois agora a lagoa menor passa a ter um fôlego para suportar o período de estiagem que pode ser longo como em anos anteriores.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *