• É visível a movimentação em todos os setores de atividades econômicas de Ribas do Rio Pardo. A chegada da indústria de celulose da Suzano já mudou o cenário da cidade e ainda vai produzir profundas transformações; um dos termômetros que comprovam isso, é o número de abertura de novas empresas, que cresceu quase 200% em um ano.

    A fábrica de celulose da Suzano representa investimento de R$ 19,3 bilhões, sendo R$ 14,7 bilhões na parte industrial e R$ 4,6 bilhões nas atividades florestais, na estrutura logística e em outras iniciativas previstas. Durante o pico de construção, mais de 10 mil pessoas trabalharão diretamente nas obras, além de milhares de empregos indiretos. Depois de concluída a obra, a nova fábrica empregará cerca de 3 mil pessoas entre colaboradores próprios e terceiros. O complexo deverá entrar em operação no segundo semestre de 2024.

    Referência mundial na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do eucalipto, a Suzano afirma que o Projeto Cerrado é o mais eficiente da companhia em função do baixo nível de emissão de carbono previsto após o início de operação. A capacidade de produção após o início das operações será de 13,45 milhões de toneladas de celulose e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano.

    Números

    Segundo levantamento feito junto ao banco de dados da Jucems (Junta Comercial do Estado de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), em 2020 foram abertas 55 empresas em Ribas do Rio Pardo, sendo 37 do setor de Serviços, 14 do Comércio e 4 da Indústria, sendo essa a média dos anos anteriores. Em 2019 foram abertas 57 e em 2018, 54 empresas no município.

    Já em 2021 – ano que teve início a construção da fábrica da Suzano – o número de empresas registradas na Jucems para atuarem em Ribas do Rio Pardo saltou para 164, crescimento de 198% em relação ao número apurado no ano anterior e recorde histórico para o município, que até ano passado somava em torno de 25 mil habitantes, conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Para efeito comparativo, o bairro Aero Rancho, em Campo Grande, tem 45 mil moradores.

    Das 164 novas empresas, o destaque é para o setor de Serviços que abriu 112 empresas, correspondendo a 68% do total. No setor de Comércio foram 41 novas empresas, 25% do total, e no setor da Indústria foram mais 11 empresas, representando 7% de todas as empresas constituídas em Ribas do Rio Pardo no ano de 2021.

    Escalada no ranking

    O crescimento exponencial da atividade elevou em 12 posições o município no ranking de abertura de empresas no Estado: da 21ª posição em 2020 para a 9ª posição em 2021. E o ritmo se mantém nesse ano: no primeiro trimestre de 2022 já foram registradas mais 35 empresas para atuar em Ribas do Rio Pardo, acima do número apurado no mesmo período do ano passado (20) e bem além dos valores dos anos anteriores: 14 empresas no primeiro trimestre de 2020 e 15 em 2019.

    Exemplo dessa onda empreendedora é a empresária Maria Clenir Miranda dos Santos. Ela está erguendo um hotel com 58 apartamentos e 2 suítes master ao lado do restaurante Fogão de Pedra, de sua propriedade. A construção está em fase de conclusão e ocupa área de 3 mil metros quadrados, representando investimento de R$ 5,3 milhões, com financiamento pelo FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste), que é gerido pela Semagro.

    Após a conclusão, o hotel vai empregar 29 pessoas e gerar outros 17 empregos indiretos. Ela se emociona ao falar da longa espera de oito anos para realizar seu sonho, que chega num momento especial da história da cidade.

    Outro empreendimento no mesmo ramo, o Hotel Cerrado, de propriedade de um grupo paulista, deve ser inaugurado já em junho ou julho. Com 204 leitos, o hotel já tem compromisso firmado com a Suzano: vai hospedar cerca de 180 executivos da empresa até o final das obras.

    One thought on “Abertura de empresas em Ribas do Rio Pardo triplica com chegada de megaempreendimento da Suzano”

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *