• A fronteira entre o Brasil e a Bolívia, em Mato Grosso do Sul, está em alerta após um jovem, de 26 anos, ser isolado, nesta quinta-feira (26), com sintomas parecidos ao da varíola dos macacos.

    O comunicado foi feito pela Secretária de Saúde de Corumbá, cidade que fica na linha fronteiriça com a Bolívia.

    “Recebemos o comunicado da vigilância de fronteira sobre o possível diagnostico de uma doença relacionada a varíola dos macacos, trata-se de um jovem boliviano, que esta em Santa Cruz de la Sierra isolado”, informou o secretário Rogério Leite.

    Segundo o diretor nacional de Epidemiologia da Bolívia, Freddy Armijo, o paciente teve contato com duas pessoas vindas da Espanha. O homem passa por testes e até a publicação dessa matéria ainda não havia confirmação do diagnóstico.

    Varíola dos macacos: qual a diferença da doença para a varíola humana, erradicada há 40 anos
    OMS confirma quase 100 casos de varíola dos macacos fora de região endêmica; Bélgica é 1º país a adotar quarentena.

    “Estão sendo feito todos os testes para que a gente possa fazer o descarte relacionado as doenças contagiosas, como a varíola dos macacos. No entanto, toda a área de vigilância em fronteira estão em contato direto para que a gente possa ter uma maior segurança na prevenção a saúde”, finalizou Rogério.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *