• Na manhã desta (03), as Polícias Militar e Civil de Três Lagoas/MS, em ação conjunta, deflagram a “Operação Praebitor”, para cumprimento de mandados de busca e apreensão em residências localizadas em diversos bairros da cidade, culminando na prisão em flagrante de seis pessoas, e na apreensão de armas de fogo, munições, celulares furtados, alta quantia em dinheiro, um veículo e grande quantidade de substâncias entorpecentes. Participaram da operação, em ação conjunta, 30 (trinta) policiais e 13 (viaturas), de todas as delegacias de polícia civil e do Batalhão da PM, da cidade de Três Lagoas/MS.
    A operação ocorreu em razão de mandados de busca e apreensão decorrente de investigação efetuada pela SIG (Seção de Investigações Gerais), e expedidos pela 2ª Vara Criminal de Três Lagoas/MS, após manifestação favorável do Ministério Público.
    Ao todo foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão, distribuídos em residências localizadas nos bairros Santa Rita, Jardim das Oliveiras, Vila Maria, Nova Três Lagoas, Jardim Maristela, Centro e Ipacaraí.
    Durante a ação policial foram apreendidas duas armas de fogo, sendo uma pistola (calibre 9mm) e um revólver (calibre 38), além de 11 (onze) munições.
    Também foram apreendidos cerca de 16,5 kg (dezesseis quilos e quinhentos gramas) de substâncias entorpecentes, dos tipos skunk, cocaína e maconha.
    Um veículo VW/Up, utilizado para a prática de tráfico por um dos indivíduos presos, também foi apreendido.
    Ainda foram apreendidos 8 (oito) aparelhos de telefones celulares e a quantia de quase R$ 2.000,00 (dois mil reais) em dinheiro.
    Os indivíduos presos foram autuados em flagrante acusados pela prática de diversos crimes, como tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo de uso permitido e receptação.
    A operação recebeu o nome PRAEBITOR, que corresponde a FORNCEDOR em latim, pois decorreu de investigação efetuada por agentes da SIG e do Núcleo Regional de Inteligência da Delegacia Regional de Polícia de Três Lagoas, após uma prisão em flagrante de um indivíduo pelo crime de tráfico de drogas, no mês de abril. Durante as investigações, foram identificados os fornecedores de drogas de tal indivíduo preso, o que embasou a representação pelos mandados de busca e apreensão pela SIG.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *