• No último sábado (11), a equipe do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil- PETI da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), juntamente com a equipe de Vigilância do Trabalho e Saúde do Trabalhador da Secretaria de Saúde (SMS), realizou uma mobilização na Praça Ramez Tebet, em alusão ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, comemorado no dia 12 de junho.

    A ação teve o objetivo de conscientizar, informar e mobilizar a comunidade em geral sobre os prejuízos causados pelo trabalho infantil, como o trabalho doméstico, nos semáforos, feiras, exploração sexual, classificada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) como uma das piores formas de trabalho precoce. O prefeito Angelo Guerreiro esteve na mobilização e parabenizou a equipe pelo empenho.

    Conforme a coordenadora do PETI, Aline Anjos, a Campanha alerta sobre os malefícios físicos, psicológicos e sociais que tais encargos podem ocasionar às crianças e aos adolescentes com o trabalho precoce.

    Aline ressaltou sobre a garantia de diretos constituída no Artigo 227, que diz: É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão”.

    Foram distribuídos para a população, 250 lixeiras de carro, 100 copos e 60 squeezes, com o logo do PETI destacando a data, além de panfletos e revistas informativas que abordam a temática: lei da aprendizagem e trabalho infantil.

    A coordenadora finalizou reforçando que é importante a participação da sociedade. “Juntos podemos erradicar o trabalho infantil. A população pode colaborar denunciando qualquer caso desse abuso aos direitos da criança ou adolescente, ao Conselho Tutelar ou ao Disque 100”, concluiu.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *