• Sem alvará de localização e funcionamento, o escritório da Uber em Campo Grande foi fechado temporariamente pelo Procon (Superintendência de Proteção ao Consumidor) durante a ação “Viagem Cancelada”.

    Segundo informações do Procon Municipal, o fechamento ocorreu também devido falta de informações aos consumidores que desejam algum tipo de atendimento no local e ausência de telefone ou SAC, que permita ao consumidor registrar dúvidas ou reclamações.

    A ação decorre de procedimento do Ministério Público Estadual, por intermédio da 43ª Promotoria de Justiça de Campo Grande que junto ao Procon Estadual, instaurou um processo administrativo para apurar irregularidades na prestação dos serviços por parte dos motoristas parceiros da plataforma.

    A superintendência afirmou que o escritório poderá retomar as atividades assim que regularizar-se e tem prazo de 20 dias para prestar esclarecimentos sobre outros assuntos do processo administrativo. Nesse mesmo viés, a Uber já foi autuada e multada pelos Procons do Rio de Janeiro (RJ) e Florianópolis (SC), por conta de abusos cometidos, em especial o cancelamento de viagens.

    Em Campo Grande, a empresa está localizada no Shopping Pátio Central. “Havendo indícios de lesões aos direitos dos consumidores, necessário se faz a união de esforços dos órgãos de proteção e defesa dos consumidores, em ações conjuntas como esta, bem como a adoção de novas medidas que visem à apuração e esclarecimentos dos fatos que afetem esses direitos”, destacou o subsecretário do Procon da Capital, Cleiton Thiago Almeida.

     

    Fonte: Campo Grande News
    Foto: Divulgação

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *