Brasilândia realizará ações de conscientização da Campanha Agosto Lilás

6678bfbe45514e2216644a1f94445dca

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e demais órgãos vinculados à Assistência Social realizará neste mês, ações de conscientização da Campanha Agosto Lilás. A campanha tem o apoio da Prefeitura de Brasilândia, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

A equipe realizará na segunda quinzena deste mês a entrega de adesivos e cartazes na Cidade, bem como outras ações de conscientização sobre o tema.

AGOSTO LILÁS
“Agosto Lilás” é uma campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, instituída por meio da Lei Estadual nº 4.969/2016, com objetivo de intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha, sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o necessário fim da violência contra a mulher, divulgar os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncia existentes.

Segundo um levantamento da Polícia Civil de Brasilândia, somente no ano de 2021, foram registradas 108 ocorrências de violência doméstica. E no primeiro semestre deste ano, já foram registradas 53 ocorrências.

CANAIS DE DENÚNCIA
Ligue 180 para informações e denúncias – Central de Atendimento à Mulher, do Governo Federal, funciona 24h;

Site da Polícia Civil para denúncias online, que podem ser anônimas: www.pc.ms.gov.br – Delegacia Virtual – registrar denúncia;

Aplicativo MS Digital – Segurança – Delegacia Virtual – registrar denúncia;

Mas em situações de urgência e emergência, quando a violência estiver acontecendo, ligue 190.

Todas as unidades da Polícia Militar e as Delegacias de Polícia Civil do Estado estão aptas a receber/orientar mulheres em situação de violência.
No site www.naosecale.ms.gov há um botão “Denúncias” indicando os canais para atendimento, inclusive por meio do próprio site, com formulário para denúncias e informações sobre todos os serviço.

Compartilhe nas Redes Sociais

Outras Notícias

Banca Digital

Edição 218