Mato Grosso do Sul bate recorde de medalhas nos Jogos da Juventude e termina entre os melhores estados do país

Volei fem Fotos Paulo Palhares 83

Os Jogos da Juventude 2022, em Aracaju (SE), chegaram ao fim no último fim de semana. Após 16 dias de disputas, Mato Grosso do Sul bateu recorde no número de medalhas conquistadas, com 21 no total, e fechou a maior competição para atletas jovens do país na oitava colocação geral, entre as 27 unidades federativas. A seleção estadual foi organizada e coordenada pela Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Foram sete medalhas de ouro, oito de prata e seis de bronze, além de colocações expressivas em meio a 4,1 mil atletas, de 15 a 17 anos, de 26 estados do país e o Distrito Federal. Para o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho, o bom desempenho de Mato Grosso do Sul evidencia o consistente trabalho de base desenvolvido no estado nos últimos anos.

“Mato Grosso do Sul, hoje, é exemplo na aplicação de políticas públicas para o esporte, em especial o escolar. Essa participação bem-sucedida nos Jogos da Juventude é fruto de um trabalho árduo e em constante evolução nos últimos sete anos, que passa pela reformulação dos Jogos Escolares estaduais, desenvolvimento do treinamento esportivo nas escolas, programas de incentivo para atletas e técnicos, apoio a clubes e federações, capacitações de profissionais do esporte, entre outas ações”, destaca o gestor.

O principal destaque sul-mato-grossense foi o wrestling, também conhecido como luta olímpica. Ao todo, foram seis medalhas faturadas na modalidade. Com 16 anos de idade, Marciel Martinez Gonçalves foi a revelação dos Jogos, com três ouros conquistados, e entrou para a lista dos melhores atletas do evento organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). O atleta de Campo Grande fez 10 lutas e não perdeu uma sequer.

Pela primeira vez, os Jogos da Juventude foram organizados no formato de seleções nas modalidades coletivas, permitindo a formação de equipes com atletas de diferentes escolas. O fato inédito é que Mato Grosso do Sul chegou às semifinais com as equipes das quatro modalidades: basquetebol, handebol, futsal e voleibol, tanto no feminino, quanto no masculino. De forma invicta e perdendo apenas um set durante toda a competição, o selecionado do voleibol masculino sul-mato-grossense trouxe a medalha dourada.

“Esse recorde de medalhas consolida o planejamento feito em 2015 para o esporte escolar em Mato Grosso do Sul, chegando entre os 10 melhores estados do país”, salienta o gerente de esportes de alto rendimento da Fundesporte, Leandro Fonseca. “Inclusive, participamos de 14 das 15 modalidades do evento e conseguimos medalhas em nove delas, o que mostra também uma pluralidade no desenvolvimento do esporte em nosso estado”, complementa.

A delegação de Mato Grosso do Sul esteve na capital sergipana com 161 pessoas, sendo 134 estudantes-atletas, 16 técnicos, nove oficiais e dois fisioterapeutas. As próximas edições dos Jogos da Juventude já estão confirmadas pelo COB e serão realizadas nas cidades de Ribeirão Preto (2023), interior de São Paulo, e Blumenau (2024), em Santa Catarina.

 Confira abaixo todas as medalhas conquistadas por Mato Grosso do Sul nos Jogos da Juventude 2022:

21 medalhas: 7 ouros, 8 pratas e 6 bronzes

OURO

Isabela Rosa Dantas, no lançamento do dardo (atletismo)

Voleibol masculino – terceira divisão

Marciel Martinez Gonçalves – estilo livre até 110 kg (wrestling)

Marciel Martinez Gonçalves – estilo greco-romano até 110 kg (wrestling)

Peterson Fernandes – prova de estrada (ciclismo)

Equipe mista (MS/ES), estilo livre (wrestling)

Julianna Silva – meio-pesado até 70 kg (judô)

PRATA

Amanda Campos Abdallah, nos 200 metros borboleta (natação)

Bruna Ramos Scaff, nos 200 metros borboleta (natação)

Futsal masculino – segunda divisão

Luan Alves Cabral – estilo livre até 55 kg (wrestling)

Peterson Fernandes – prova por pontos (ciclismo)

Manuela Souza – pesado acima de 70 kg (judô)

Handebol feminino – segunda divisão

Basquetebol feminino – segunda divisão

BRONZE

Ana Laura Pereira Cordeiro, nos 800 metros (atletismo)

Voleibol feminino – segunda divisão

José Luiz Prado – estilo livre até 65 kg (wrestling)

Thiago Boazal – prova por pontos (ciclismo)

Luan Alves Cabral – estilo greco-romano até 55 kg (wrestling)

Handebol masculino – segunda divisão

Compartilhe nas Redes Sociais

Outras Notícias

Banca Digital

Edição 218