Catador de recicláveis suspeito de matar transexual é preso em SP

15z4zvleqtxfx

A Polícia Militar de São Paulo prendeu neste sábado (10),  em Ilha Solteira, o homem de 37 anos, suspeito de matar a transexual Jaqueline Fyorut, 49 anos, com golpes de faca na noite de ontem (9), em Três Lagoas. O crime foi tão brutal que a vitima teve o rosto desfigurado com as agressões.

Os policiais paulistas foram comunicados pela PM de Três Lagoas de que o suspeito estaria fugindo em um Vectra prata, sentido Itapura (SP). Durante rondas os militares localizaram o veículo em frente ao Hospital Regional de Ilha Solteira, cidade paulista localizada a 37 quilômetros de Três Lagoas.

O autor, que é catador de materiais recicláveis em Três Lagoas, estava na unidade aguardando atendimento devido a um ferimento provocado pela luta com a vítima, quando foi abordado e preso pela Polícia Militar. Após a prisão, ele foi encaminhado para a cadeia pública de Pereira Barreto.

Assassinato

O crime brutal ocorreu na noite de sexta-feira (9), na residência onde a vítima morava, no Bairro Interlagos, em Três Lagoas.  Na casa, a polícia encontrou grande quantidade de sangue e sinais de que a vítima teria entrado em luta com o bandido, quando foi golpeada no pescoço e cabeça. Ela foi encontrada parcialmente despida e com o rosto desfigurado.

Ao fugir do local do crime, o autor deixou cair uma carteira contendo todos seus documentos pessoais, o que ajudou nas investigações. A principal hipótese é que Jaqueline foi vítima de latrocínio, roubo seguido de morte.

 

Fonte: Campo Grande News

Compartilhe nas Redes Sociais

Outras Notícias

Banca Digital

Edição 218