O CEIF-FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) aprovou R$ 75,162 milhões em novos empreendimentos para Mato Grosso do Sul. A aprovação ocorreu em reunião on-line realizada na Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), onde foram analisadas 28 cartas-consulta, já apresentadas em formato digital, novidade implementada neste ano de 2023.

“Nós já estamos operando com as cartas-consulta digitais do FCO e observamos alguns ganhos importantes em termos de agilidade e de acompanhamento. O próprio empresário pode acompanhar, no site da Sudeco, como está o andamento de sua carta-consulta, se passou no CEIF ou não. Essa era uma questão importante que a gente conseguiu avançar”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semadesc.

O principal destaque foi o desempenho do setor de empresarial na demanda por recursos do Fundo. Das 28 cartas-consulta, 22 eram do FCO Empresarial, totalizando R$ 42,140 milhões e 6 do FCO Rural, num total de R$ 33,022 milhões.

“Uma das questões que a gente tem percebido agora no início do ano é o aumento significativo no movimento de recursos para a área empresarial. A demanda empresarial foi maior do que a demanda rural. Essa é a primeira vez que isso acontece no Estado. Nós vemos que o produtor rural ainda está avaliando a sua linha de investimentos. No momento, a área empresarial, como as médias empresas nos setores de serviços, turismo, saúde, estão buscando modernização”, informou o titular da Semadesc, que também preside o CEIF-FCO.

No FCO Rural, o destaque foi para aprovação de projeto, no valor de R$ 22 milhões, para a ampliação de empreendimento avícola em Cassilândia. “A Cassilândia Agroavícola, que tem parceria com a Frangobelo e outras empresas, está dobrando a produção de ovos férteis, de 25 milhões para cerca de 50 milhões de ovos férteis. Isso é importante para o adensamento da cadeia produtiva da avicultura, que é uma das prioridades do FCO para neste ano”, finalizou Jaime Verruck.

Essa foi a 2ª Reunião ordinária do CEIF-FCO realizada no ano de 2023. Na primeira, foram definidas e aprovadas as prioridades para o desembolso dos recursos do Fundo, ao longo deste exercício, como a destinação de R$ 300 milhões para avicultura, suinocultura e sistemas de irrigação e limitação do valor para compra de máquinas agrícolas, em R$ 10 milhões. Também participou da reunião o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Beretta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *