As obras de implantação da nova fábrica de celulose da Suzano  em Ribas do Rio Pardo (MS), seguem dentro do cronograma, com importantes avanços registrados até fevereiro de 2023. O andamento de diversas frentes de trabalho pode ser conferido em novo vídeo divulgado pela empresa por meio do link https://bit.ly/video-status-obra.

Entre os principais destaques do mês passado está o avanço da construção do prédio administrativo, que receberá o escritório central, laboratório e o Sistema Digital de Controle Distribuído (SDCD), do restaurante e do centro social da futura fábrica. Além disso, seguem avançando as edificações das Caldeiras de Recuperação e Força, da Linha de Fibras e das Máquinas Extratoras de Celulose, assim como as estações de Tratamento de Água (ETA) e de Tratamento de Efluentes (ETE), entre outras. Outra importante obra de infraestrutura que segue avançando é a implantação do trevo na BR-262 para acesso dos hexatrens por meio de um túnel.

Ainda em fevereiro, a Suzano recebeu sete máquinas harvester para o módulo 1 da colheita de eucalipto, e deu início aos treinamentos das equipes de operação e manutenção do SDCD. Outro destaque do mês foi a iniciativa “Sacola Verde”, com a aquisição e distribuição de 2,3 toneladas de alimentos produzidos em assentamentos beneficiados por programas de Desenvolvimento Social da empresa.

Projeto Cerrado

Anunciado em maio de 2021 e confirmado pelo Conselho de Administração da Suzano no início de novembro do mesmo ano, o Projeto Cerrado receberá investimento total de R$ 19,3 bilhões e, no pico das obras, deverá gerar cerca de 10 mil empregos diretos. Prevista para entrar em operação no segundo semestre de 2024, a nova fábrica – que será a unidade mais competitiva da Suzano –, vai produzir 2,55 milhões de toneladas de celulose de eucalipto por ano, empregando 3 mil pessoas, entre colaboradores próprios e terceiros, nas áreas florestal e industrial, e movimentando toda a cadeia econômica da região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *