Depois de quatro eleições consecutivas sem candidato próprio ao executivo municipal, o PT decidiu apostar no nome da policial penal Grazi Soares (foto) para disputar a Prefeitura de Três Lagoas em 2024. Ela será o nome do partido para chegar ao comando do município pela primeira vez na história. Professora de formação e funcionária pública estadual, ela se filou ao PT em 2018.

O último candidato próprio do PT à prefeitura foi Gilmar Garcia Tosta, em 2008, quando conquistou 9.050 votos e ficou em 2º lugar, perdendo para a atual ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet (MDB), que foi eleita com 36.228 votos.

Em 2012, os petistas apoiaram a reeleição de Márcia Moura (MDB), que sucedeu Simone, e foi reeleita com 53,71% dos votos. Em 2016, o PT apoiou Jorge Martinho (PSD), que ficou em 2º lugar e perdeu para o atual prefeito, Ângelo Guerreiro (PSDB). O tucano venceu por 68,73% a 12,3%.

Em 2020, o PT indicou o candidato a vice de Kealley (PSOL), que obteve 2,34% votos e ficou em 6º lugar. Agora, o partido decidiu retomar o projeto de candidatura própria e a solenidade para aprovar o nome de Grazi, o último sábado (16), foi prestigiada pelos caciques petistas, como o ex-governador e deputado estadual Zeca do PT e o deputado federal Vander Loubet.

“Acredito que sim (temos chance), pois temos um grande exemplo de trabalho feito pelo governo Lula, que se torna uma excelente referência para a população de projeto diferenciado do que temos atualmente em Três Lagoas, temos lideranças no parlamento federal e estadual altamente qualificados para nos ajudar e temos a força de nossa militância”, afirmou Grazi.

“Nosso projeto terá a participação popular (e) será alinhado e fortalecido pelo governo do presidente Lula, juntamente com o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores de Três Lagoas. Vamos apresentar um projeto diferente, democrático e popular, ouvindo as bases, os sindicatos, os conselhos, a comunidade, as forças vivas da sociedade”, pontuou, sobre os concorrentes.

“Eu sinto que é uma responsabilidade muito grande, porque teremos a chance de desenvolver um projeto que vai contrapor um modelo tradicional de gestão, pois os projetos aqui são uma continuidade do que sempre foi entregue e nós pretendemos apresentar um projeto diferente, democrático e popular, que ouça as bases, os sindicatos, os conselhos, a comunidade, as forças vivas da sociedade”, afirmou a pré-candidata a prefeita.

Ela deverá enfrentar a candidatura do presidente da Câmara Municipal, Cassiano Maia, o Dr. Cassiano Maia (PSDB), que deve ser o candidato do prefeito Angelo Guerreiro. Dr. Cassiano Maia está no primeiro mandato de vereador, já foi secretário de várias pastas na prefeitura no primeiro mandato de Guerreiro, e foi anunciado em junho pelo presidente regional do PSDB, ex-governador Reinaldo Azambuja, como o pré-candidato tucano para as eleições do ano que vem.

Outros nomes também figuram como possibilidade de ser candidato ano que vem como os vereadores Davis Martinelli, Sayuri Baez e Dr. Paulo Veron.

 

Da Redação com informações de O Jacaré

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *