Operação Fallere, deflagrada nesta quarta-feira (27) pela Polícia Civil, contra associação criminosa que pratica estelionato a idosos, em diversos Estados, prendeu um homem de 37 anos, em Três Lagoas. Uma das vítimas, um idoso, teve prejuízo superior a R$ 185 mil.

Além de MS, a ação foi deflagrada em Goiás, Santa Catarina e São Paulo. Conforme a polícia, a operação é o desfecho de uma investigação conduzida pela Polícia Civil do Estado de Goiás, através do Gref (Grupo de Repressão a Estelionatos e Outras Fraudes), e teve como objetivo o cumprimento de 20 mandados de prisão e 16 mandados de busca e apreensão, além do bloqueio de 280 contas bancárias.

Conforme comprovado durante as investigações, 20 pessoas integravam uma associação criminosa que aplicava golpes na modalidade da falsa central telefônica.

Golpe da falsa central

O golpe da central falsa de atendimento é uma fraude em que criminosos telefonam ou enviam mensagens pelo WhatsApp fingindo ser de alguma instituição financeira. Os golpistas afirmam que é necessário atualizar o cadastro da vítima no sistema do banco e, por isso, solicitam a confirmação de uma série de dados, como CPF e número de cartão de crédito.

Os bancos alertam que não fazem negociação ou solicitação de dados ou documentos por telefone ou mensagens.

 

Com Campo Grande News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *