A Banda Marcial “Cristo Redentor” de Três Lagoas completa 56 anos de fundação neste domingo (1º de outubro) e, para celebrar esta data tão especial, a Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), organizou uma exposição no Shopping Três Lagoas, além de realizar uma linda apresentação dos músicos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

A exposição estará aberta para a visitação neste sábado (30 de setembro) e domingo (1º de outubro) a partir das 10h e os visitantes poderão viajar no tempo através das fotos e troféus expostos. No domingo, às 18h, o maestro Relíquias rege a Banda Cristo Redentor em uma linda apresentação realizada na Praça de Alimentação.

Hoje, sendo um Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), a Banda Marcial conta com 71 integrantes e atende 220 crianças e adolescentes nas oficinas de música e baliza.

Entre tantos desafios, problemas de incentivos culturais, os fundadores, maestros, regentes e funcionários do projeto atravessaram décadas e décadas na persistência de um sonho que começou nos anos 60 e hoje, logra o êxito de ser considerada uma das bandas mais renomadas do Brasil.

História da Banda Marcial

Fundada a partir da criação da Guarda Mirim de Três Lagoas, ainda quanto MS era Mato Grosso, foi inaugurada em 01 de outubro de1967. No início, era apenas a fanfarra da Guarda que marcava a cadência e dava ritmo para as evoluções dos primeiros 45 jovens que iniciaram essa trajetória, que tinha como precursor o saudoso comandante Atila Rodrigues Falcão.

A primeira missão foi preparar apresentação no prazo de 45 dias para recepcionar o então governador do Estado, Pedro Pedrossian, algo que se consagrou um sucesso. No ano seguinte, a fanfarra tornou-se uma banda marcial, iniciando as aulas de música com o saudoso maestro Wanderley Monteiro e com o contra mestre Eliezer Correia Nascimento.

Essas aulas resultaram em uma banda inicialmente formada com 33 integrantes, os quais compuseram a primeira geração da Banda Marcial “Cristo Redentor”, conquistando diversos títulos em concursos nacionais e se apresentando em programas da Rádio e TV Record e SBT, especialmente no extinto Cidade contra Cidade.

No final de 1983, constatava-se que, desde sua criação, já havia realizado 487 apresentações. A pior fase desta história foi de janeiro de 1984 a dezembro de 1988, quando por falta de apoio da administração municipal da época, a banda foi desativada.

Em 1989, na posse do então prefeito Miguel Jorge Tabox, a banda foi reativada, proporcionando oportunidades, transformando vidas e colecionando novos títulos, cd’s lançados e fazendo parte da história de várias gerações.

Em 22 de junho de 1999, através do projeto de lei n° 1.545, a Banda Musical Cristo Redentor passou a fazer parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), que é mantido pela Prefeitura Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), tendo como coordenador e maestro, o sr. Luiz Carlos Relíquias da Silva.

Títulos conquistados

• Tricampeã do Concurso Nacional de Fanfarras e Bandas da Rádio Record nos anos de 1969, 1970 e 1971;
• Campeã Nacional no Concurso Cidade Goiânia no ano de 2000;
• Octacampeã Estadual nos anos de 1991, 1992, 1996, 1998, 1999, 2002, 2003 e 2004;
• Campeã Nacional do Certame Sul-mato-grossense de Bandas no ano de 1999, nas etapas de Três Lagoas e Dourados/MS;
• Tetracampeã do Concurso Nacional de Bandas e Fanfarras na cidade de Campo Grande MS nos anos de 2003, 2004, 2005 e 2006;
• Tricampeã Nacional pela Confederação Nacional de Bandas e Fanfarras (CNBF) nos anos de 2003, 2004 e 2005;
• Campeã do Concurso Nacional do 3º Circuito de Bandas e Fanfarras (CIFABAN) da cidade de Pereira Barreto/SP no ano de 2012.

Títulos conquistados como Banda de Percussão

• Campeão Estadual no ano de 2004 na cidade de Dourados/MS;
• Campeã Nacional pela Confederação Nacional de Bandas e Fanfarras no ano de 2005 na cidade de Tatuí/SP;
• Tetracampeã do Concurso Nacional de Campo Grande nos anos de 2005, 2006, 2007 e 2008;
• Participação no 10º Concurso Nacional de Fanfarras e Bandas na cidade de Campo Grande nos dias 15 e 16 de novembro de 2008, conquistando assim:
o 1º Lugar Corpo Musical;
o 2º Lugar Corpo Coreográfico;
o 1º Lugar Baliza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *