Três Lagoas recebe neste sábado (28 de outubro), o programa Diversão em Cena, O premiado grupo Projeto Gompa apresentará o espetáculo Frankinh@ — uma história em pedacinhos, vencedor do Prêmio SESC de Artes Cênicas, no Galpão da NOB, em duas sessões gratuitas às 16 e 18 horas.

A atração mescla teatro, dança, narração e música para contar a história de um criador e sua criatura. Inspirado na obra Frankenstein, de Mary Shelley, a peça fala de solidão, bullying, amizade, criatividade e aceitação das diferenças, trazendo ainda recursos de ciências e ilusionismo. Dirigida por Camila Bauer, a montagem tem 45 minutos de duração e classificação etária de 6 anos.

O espetáculo é promovido pela Fundação ArcelorMittal, e tem apoio da Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Diretoria de Cultura, da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC). E conta também com a parceria de grupos e produtores culturais, que contam com patrocínio da ArcelorMittal e Belgo Arames por meio das leis federal, estaduais e municipais de incentivo à cultura.

A temporada 2023 do Diversão em Cena faz parte das comemorações pelos 35 anos da Fundação ArcelorMittal

A PEÇA

Uma história em pedacinhos é inspirada nas personagens e situações da obra Frankenstein, de Mary Shelley. A história, que já é um clássico entre diferentes gerações, funciona como ponto de partida para falar de infância, crescimento, perda, isolamento, bullying, amizade, criatividade e aceitação de si mesmo e dos outros.

Victor Frankenstein é um jovem esquisito e solitário que, quase sem querer, acaba criando alguém para lhe fazer companhia, desafiando os limites da ciência e de sua própria idade. No entanto, a criatura não sai exatamente como ele queria. Afinal, quase nada sai como a gente deseja. Victor precisa entender que Frankinh@ tem vontades próprias e é bem diferente do que ele imaginava. Mas que isso não era ruim. Muito pelo contrário, essa era uma coisa divertida. Assim, os dois vivem juntos grandes aventuras e passam a se transformar e a aceitar suas diferenças.

O grupo mescla narração, teatro, dança, artes visuais e trilha sonora original para reinventar a primeira obra de ficção científica da história. A peça coloca a arte em diálogo com a ciência, a biologia, a literatura e a física, despertando o imaginário da criança e sua capacidade criativa. A direção é de Camila Bauer, e o elenco formado por Fabiane Severo, Liane Venturella e Thiago Ruffoni.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *