Representantes da Petrobras acompanhados do secretário da Casa Civil de Mato Grosso do Sul, Eduardo Rocha, estiveram nesta quinta-feira (26) as obras da UFN3, em Três Lagoas, numa visita técnica prévia, com intuito de acertar detalhes para visita, marcada para o próximo dia 8 de novembro, do vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, do presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, da ministra do Planejamento, Simone Tebet, e do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, que, ao lado do governador Eduardo Riedel, farão um sobrevoo sobre as futuras instalações da fábrica.

O grupo fará a visita técnica para avaliar a retomada das obras da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III, que pertence à Petrobras, a quem cabe a decisão de eventual conclusão do empreendimento – o que pode acontecer ainda em 2023.

“O Governo do Estado tem total interessa em uma solução para a obra da UFN3. A fábrica pode representar um salto no desenvolvimento não apenas de Mato Grosso do Sul, mas para todo o Brasil”, comentou Eduardo Rocha, após a visita à unidade.

Recentemente, a Petrobras anunciou que o setor de fertilizantes voltou a pauta estratégica da empresa, que tem a União como acionista majoritário. O Governo de Mato Grosso do Sul vem trabalhando para que a retomada da UFN3 seja efetivida. A possibilidade chegou a ser tema de reunião entre Riedel, Simone e Prates em agosto, na sede da Petrobras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *