A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS) está realizando, até dia 16 de dezembro, ações em várias regiões da capital com o objetivo de regularizar as famílias unipessoais pendentes de atualização. De acordo com dados de outubro de 2023, a equipe do Cadastro Único constatou que 16.894 famílias ainda permanecem com a situação pendente, por isso os técnicos dos Cras e da Central do CadÚnico estão mobilizando e convocando essas famílias por meio de telefonemas, cartas e mensagens via WhatsAppconforme o território de abrangência de cada unidade.

A próxima ação acontecerá sábado (25), no Cras Canguru, região do Anhanduizinho, das 8 horas ao meio-dia. Serão convocadas famílias atendidas também pelos Cras Aero Rancho, Dom Antônio e Los Angeles. Famílias das regiões do Segredo e Bandeira já foram atendidas no último sábado.

Segundo a gerente do Cadastro Único, Viviane Brandão cada unidade deve realizar filtro das famílias pendentes de regularização e intensificar a busca ativa visando o comparecimento das pessoas na ação, seguindo o calendário estabelecido para cada região de Campo Grande de acordo com o seu território de abrangência e direcioná-las para o dia e o Cras da região que irá atender.

“No começo do ano existiam 27.754 famílias pendentes de regularização. Fizemos ações o ano todo e conseguimos atender pouco mais de dez mil famílias, por isso é fundamental que as restantes atendam o chamado. Estas famílias estão organizadas em grupos, conforme data de entrada no CadÚnico, porém é preciso destacar que todas elas terão os benefícios bloqueados e posteriormente cancelados, caso não atualizem as informações no CadÚnico com urgência”, ressaltou a gerente.

Dinâmica

A Controladoria Geral da União está realizando, desde o início de 2023, uma avaliação em âmbito nacional  com o objetivo de analisar se os procedimentos de inclusão e averiguação cadastral de famílias unipessoais no Cadastro Único, definidos pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), são suficientes para adequada qualificação do Cadastro e focalização dos programas sociais em cada município.

Campo Grande já recebeu os auditores, respondeu às solicitações realizadas e continua trabalhando com a demanda das famílias unipessoais em averiguação cadastral, para tanto está realizando visitas domiciliares, busca ativa por ligação telefônica e convocação por carta, entre outras medidas.

Para atualizar o Cadastro Único a família precisa se dirigir a uma das 26 unidades que oferecem o serviço e apresentar documento com foto, CPF e comprovante de residência em nome do responsável familiar, além de assinar um termo de responsabilidade específico se comprometendo com a veracidade das informações prestadas ao Cadastro Único, evitando assim que pessoas da mesma família recebam mais de um benefício, enquanto outras famílias fiquem sem nenhum.

É preciso destacar que no momento de atualizar o Cadastro Único o responsável familiar precisa declarar a realidade, caso de fato seja uma família unipessoal ele vai reiterar as informações declaradas anteriormente, porém se tratar de uma família com mais membros e que estão em cadastros separados ou até mesmo com algum membro que foi omitido é o momento de corrigir e declarar a realidade vivenciada.

Esse processo de averiguação é válido até 30 de dezembro de 2023, logo todas essas famílias terão que atualizar o CadÚnico até essa data. Confira as próximas datas das ações:

09/12- Cras São Conrado – região Lagoa

09/12 – Central do Cadastro Único – região Imbirussu

16/12 – Cras Noroeste – região Prosa

Todas as ações acontecerão das 8 horas ao meio-dia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *