Flagrante ocorreu durante fiscalização da Operação Impacto; apreendidos 321 quilos de maconha escondidos em fundo falso de trailer de transporte de cavalo.

A Polícia Militar Rodoviária de São Paulo realizou uma prisão em flagrante na tarde da última quinta-feira, dia 23 de novembro, na rodovia Feliciano Salles Cunha (SP-310), em Nhandeara. Um casal proveniente de Ribas do Rio Pardo foi detido sob a acusação de tráfico de drogas, após serem encontrados em posse de uma quantidade significativa de entorpecentes.

Durante uma rotineira fiscalização da Operação Impacto, os agentes abordaram o veículo do casal, uma caminhonete Chevrolet D20 que rebocava um trailer destinado ao transporte de um cavalo. A presença de uma criança, filha do casal, também era notável durante a abordagem.

As suspeitas surgiram quando o condutor da caminhonete não foi capaz de fornecer informações básicas sobre o destino de sua viagem e o nome do suposto contratante do serviço de transporte do cavalo. Ademais, a atitude nervosa da mulher ao ser interpelada chamou a atenção dos policiais.

Diante das suspeitas, os policiais decidiram inspecionar o trailer. Ao removerem o cavalo, descobriram um compartimento oculto no veículo que abrigava 294 tabletes de maconha, totalizando 321 quilos da droga.

O casal foi imediatamente detido em flagrante e conduzido para a delegacia de Nhandeara (SP) para procedimentos legais. Até o momento, não foram divulgadas informações sobre o destino ou bem-estar da criança, filha do casal detido. A identidade dos envolvidos também não foi revelada.

A apreensão representa um golpe significativo contra o tráfico de drogas na região, e a Polícia Militar Rodoviária de São Paulo continua a reforçar suas operações para coibir atividades ilegais nas estradas do estado.

Este é mais um caso que reforça a importância das ações de fiscalização e monitoramento nas rodovias, visando combater o tráfico de drogas e garantir a segurança dos cidadãos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *