Grupo técnico da Prefeitura de Campo Grande, incluindo a prefeita Adriane Lopes, acompanham desde a última sexta-feira (24) a 3ª Expedição da Rota Bioceânica. Nesta segunda-feira (27) a agenda oficial no Chile foi marcada por encontro com autoridades de Iquique e de Tarapacá. O objetivo é apresentar o potencial econômico sustentável da capital de Mato Grosso do Sul, além de realizações de parcerias comerciais, turísticas e tecnológicas.

Durante a manhã, a equipe se reuniu com o Alcade de Iquique – cargo equivalente a Prefeito -, Maurício Sória, no prédio da Municipalidade. Em seguida aconteceu o encontro com o governador regional de Tarapacá, José Miguel Carvajal, no prédio do Governo.

“Teremos uma série de agendas importantes. Nosso objetivo é promover o desenvolvimento tecnológico sustentável da nossa cidade, mas também o intercâmbio cultural, através do Turismo e outras possibilidades. Acreditamos que Campo Grande já é a Capital da Rota Bioceânica. Finalizando essa obra, possivelmente as transações serão mais rápidas e mais simples, mas nós estamos avaliando a rodovia que vai interligar Campo Grande ao Chile, estamos vendo também possibilidades como hidrovia, ferrovia e aérea”, ponderou a Prefeita Adriane Lopes.

Ela reforça que a administração de Campo Grande está avançando e que a rota vai fomentar a geração de novos empregos, a economia e o desenvolvimento sustentável da Capital de MS. A agenda segue nesta tarde com visitas aos polos empresariais na Zona Franca de Iquique.

O prefeito de Iquique, Maurício Sória, falou da importância da integração de Campo Grande com o Chile. “Estamos muito felizes de receber a Prefeita de Campo Grande. Esta é a primeira vez que um chefe de executivo Municipal vem até Iquique em busca de parcerias comerciais. Cada dia se torna mais real esse sonho de mais de 50 anos de poder conectar o Brasil com o Pacífico e Pacífico com o Brasil, e neste caso Iquique com Campo Grande, Tarapacá com Mato Grosso do Sul, porque finalmente isso vai atrair um benefício econômico muito grande para os habitantes de Campo Grande e Iquique. Acreditamos que vai melhorar a vida, os ingressos econômicos.”

O governador José Miguel Carvajal também destacou que a visita é muito importante, por ser a primeira vez que um chefe de executivo de Campo Grande vai até Taparacá em busca de parcerias comerciais em prol do desenvolvimento econômico sustentável, turístico e cultural.

“Essa é uma visita histórica para nós, pois pela primeira vez um chefe do executivo Municipal vem até a região de Tarapacá. É algo sumamente importante, os laços econômicos entre os empresários, da comunidade, para que possamos proporcionar empregos. É tão necessário e fundamental, o trabalho que a Prefeita desenvolve pela sua comunidade, por todo o sistema empresarial e que vamos fortalecer através do Corredor Bioceânico”, destacou Carvajal.

Agenda Oficial da 3ª Expedição da Rota de integração Latino Americana (RILA)

Na sexta-feira (24), a Expedição visitou as obras do Terminal Portuário, onde atravessou de balsa para visitar a Ponte Bioceânica. A estrutura da ponte é fundamental para viabilizar a Rota Bioceânica rodoviária e ligar o oceano Atlântico ao Pacífico, no Chile, tendo Porto Murtinho, em Mato Grosso do Sul, como ponto de saída do Brasil. Segundo engenheiros da obra, a obra está com 40% concluída e está prevista para ser concluída no final de 2025.

Integrantes das secretarias da Prefeitura de Campo Grande, assim como o ParkTec e Sidagro, seguem na expedição visando atestar as previsões econômicas da Rota. Eles devem apontar todo o processo aduaneiro, alfandegário e de desembaraço que os produtos exportados passam até chegar aos portos de Iquique e Antofagasta, no Chile.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *