O projeto Aprender Mais na Reme encerrou nesta segunda-feira (27) com cinco mil alunos alfabetizados, das 99 escolas de Ensino Fundamental de Campo Grande. A culminância aconteceu no Cefor (Centro de Formação Lúdio Martins Coelho), na Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Segundo o secretário municipal de Educação, Lucas Henrique Bitencourt, em novembro do ano passado, surgiu a necessidade de criar um projeto para recompor a aprendizagem dos alunos dos 4º e 5º anos, impactados pela pandemia da Covid-19. “A aprendizagem é um direito de todos os alunos e a Secretaria Municipal de Educação tem o dever de ensinar. É possível ensinar a estes alunos com dificuldade, é possível ler e escrever e o que depender da nossa gestão, nós vamos fazer”.

De acordo com a chefe do Ensino Fundamental e Médio da Semed, Ana Ribas, durante o ano letivo foram 5 mil alunos atendidos. “O objetivo do projeto foi a alfabetização e o letramento dos estudantes. A pandemia deixou rastros, pois muitos alunos no período da alfabetização estavam em aula não presencial”.

A ideia é ampliar o Aprender Mais na Reme em 2024, com aulas também de Matemática.

Conforme a superintendente de Políticas Educacionais, Ana Dorsa, foi necessário pensar em um projeto para atender os alunos com dificuldade na leitura e escrita. “Os nossos diretores escolheram os professores alfabetizadores e o projeto foi um trabalho respeitoso, pois a alfabetização é coisa séria, é empoderar a criança, oportunizar que ela tenha a condição de leitura e de mundo”.

Um caso de sucesso do Aprender Mais é o da Isabella Machado, de 9 anos, estudante da Escola Municipal Etalívio Pereira Martins, que no início do ano mal sabia ler e escrever. “Quando entrei na aula consegui ler, eu aprendi bastante e antes do reforço na escola eu fazia particular, mas ainda assim não conseguia”.

A diretora da escola de Isabella, Gisele Clementino de Mendonça Santello, conta que no projeto passaram 200 alunos no ano todo. “Todos eles saíram sabendo ler e escrever, o projeto fez muita diferença e os professores excelentes, que em espaço curto de tempo fez esse avanço”.

João Lucas da Silva Souza é aluno do 5º ano da Escola Municipal Valdete Rosa da Silva. “Eu gostei muito de aprender e não conseguia antes, não sabia ler o que estava escrito na televisão, agora eu gosto de ler a bíblia”.

O pai de João, Alessandro Eurico, avalia o projeto Aprender Mais na Reme como excelente. “Foi de grande ajuda, porque ele tinha muita dificuldade de ler e escrever e com as aulas de reforço, ele melhorou até o comportamento. Ele não tinha tanto interesse, mas depois que aprendeu a ler, ele está muito interessado”.

Gustavo dos Santos Aguirre tem 12 anos e estuda no 5º ano na Escola Municipal Maria Regina de Vasconcelos Galvão. “Eu sabia ler mais ou menos, mas depois do reforço, passei a ler bem melhor”.

A diretora da escola do aluno, Ângela Maria de Brito diz que ele não lia nada. “O projeto foi um divisor de águas na vida dele. O Gustavo não faltava às aulas, ia sempre e melhorou até no comportamento dentro de sala. O Aprender Mais é uma ferramenta importantíssima para o desenvolvimento dos nossos alunos, estamos certos que em 2024 dará ainda mais frutos, agora com Matemática”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *