Polícia militar realiza prisão em flagrante e recupera objetos furtados

image

Na madrugada desta terça-feira (16), os policiais militares do 2º Batalhão de Polícia Militar demonstraram agilidade e eficácia ao realizar a prisão em flagrante de um indivíduo de 30 anos por furto em Três Lagoas.

Às 3h15, uma guarnição do Pelotão de Trânsito do 2º BPM foi acionada pelo COPOM para atender uma denúncia de furto em andamento na avenida Olinto Mancini. Segundo informações, dois suspeitos foram vistos pulando para dentro de um clube local. Ao se deslocarem para o local, os policiais identificaram dois indivíduos em atitude suspeita próximo a um terreno baldio.

Ao perceberem a aproximação da viatura, os suspeitos tentaram fugir, mas apenas um deles foi alcançado e abordado pelos policiais. Durante a revista pessoal, foram encontradas lâmpadas fluorescentes e um carregador com a etiqueta de identificação do clube nos bolsos do abordado. Neste momento, o suspeito confessou ter subtraído esses objetos do clube próximo. Ele também indicou que outros pertences estavam escondidos na vegetação do terreno.

No local indicado, os policiais encontraram uma caixa de som amplificadora, um botijão de gás de cozinha, uma extensão elétrica, uma case maleta contendo quatro microfones sem fios, uma cafeteira elétrica e diversos fios elétricos. Com os materiais recuperados em mãos, os militares dirigiram-se ao clube, onde constataram que as portas do fundo haviam sido arrombadas, o forro danificado e o salão saqueado.

Além dos objetos recuperados, foram localizadas duas caixas contendo diversos materiais próximas ao muro do salão, prontas para serem levadas pelos criminosos. Diante da situação, o detido recebeu voz de prisão e foi encaminhado e apresentado na Delegacia de Polícia, juntamente com os produtos recuperados.

A ação rápida e eficiente dos policiais do 2º Batalhão de Polícia Militar de Três Lagoas resultou na prisão do suspeito e na recuperação dos objetos furtados.

Compartilhe nas Redes Sociais

Outras Notícias

Banca Digital

Edição 217