Em uma ação conjunta que demonstra a eficácia e a dedicação das forças de segurança de Três Lagoas, a Polícia Civil solucionou mais um caso na luta contra a criminalidade que vem afetando o comércio da cidade. Após uma série de investigações meticulosas realizadas pela Primeira e Terceira Delegacia de Polícia Civil, foi identificado o indivíduo responsável por uma onda de furtos que vinha perturbando a paz e a segurança dos comerciantes locais.

O suspeito, identificado apenas pelas iniciais A.O.F, é um jovem de 19 anos já conhecido no meio policial por envolvimento anterior em atividades criminosas, incluindo furtos e receptação. Seu método de operação consistia em arrombar as portas de entrada dos estabelecimentos comerciais durante a noite para, em seguida, subtrair dinheiro e objetos de valor.

A investigação revelou que pelo menos cinco lojas foram vítimas desse modus operandi, todas relatando prejuízos significativos. Além desses, A.O.F também é suspeito de estar envolvido em outros casos de furtos ocorridos no centro da cidade, aumentando a preocupação entre os empresários e a comunidade local.

A detenção do suspeito ocorreu no último sábado, dia 24 de fevereiro de 2024, por volta das 15:00h, quando policiais de plantão na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário realizaram a prisão de A.O.F, encaminhando-o para as providências legais necessárias. Esta ação rápida e decisiva da Polícia Civil reflete o compromisso da instituição em responder aos apelos por segurança da população e do setor comercial de Três Lagoas.

As investigações continuam com o objetivo de identificar outros possíveis estabelecimentos afetados pelos atos criminosos do suspeito, evidenciando a determinação da polícia em erradicar essa cadeia de furtos e garantir que a justiça seja feita. A.O.F foi indiciado e aguarda as medidas legais cabíveis enquanto permanece sob custódia.

A Polícia Civil aproveita para reforçar a importância da colaboração da comunidade no combate ao crime, incentivando qualquer pessoa com informações que possam auxiliar nas investigações a entrar em contato por meio dos telefones disponibilizados ou pelo WhatsApp, garantindo total anonimato aos informantes. Através dos telefones 67 3919-1514 ou 67 3524-3224. Para denúncias via WhatsApp, o número disponível é 67 99204-0244.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *