Mais uma vez, golpistas têm utilizado o nome da Vigilância Sanitária para aplicar fraudes em estabelecimentos comerciais da cidade, alerta a Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

O golpe consiste em uma pessoa se passando por um fiscal da Vigilância Sanitária, entrando em contato telefônico com lojas e clínicas. Durante a ligação, os golpistas alegam que houve denúncias de falta de álcool em gel para clientes nesses estabelecimentos. Para supostamente “dar baixa” na denúncia, eles solicitam que seja confirmado um código enviado via celular do estabelecimento. No entanto, este código tem o propósito de redefinir senhas de redes sociais e bancárias.

A SMS esclarece que não realiza nenhum tipo de protocolo semelhante durante as fiscalizações e nunca entra em contato com os estabelecimentos por meio de mensagens ou ligações para confirmar informações. A população e os comerciantes são orientados a ficarem atentos a essa prática fraudulenta e a não compartilharem códigos nem informações pessoais com desconhecidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *