Com o aval do presidente do Diretório Nacional, Gilberto Kassab, o vice-governador de Mato Grosso do Sul, José Carlos Barbosa, o Barbosinha, vai assinar, nesta quinta-feira (28), durante ato político em São Paulo, a ficha de filiação ao PSD. Depois de todo o processo conduzido pelo presidente estadual da legenda, senador Nelsinho Trad, essa adesão conta com o total apoio do governador Eduardo Riedel (PSDB) e do ex-governador Reinaldo Azambuja, presidente estadual dos tucanos.

O senador Nelsinho Trad disse que o PSD passa por um processo de revitalização orgânica e política em todo o Estado. Depois de perder lideranças importantes e espaços que detinha nos diferentes cenários de representação política, em consequência da frustrada candidatura do ex-prefeito Marquinhos Trad ao governo, o partido já está se recompondo plenamente.

“A filiação de Barbosinha é um eloquente demonstrativo do poder de atração exercido pelo programa partidário do PSD”, define Nelsinho. Ele tomou a decisão de assegurar uma vida nova ao partido, mediante o fortalecimento da aliança com o PSDB e abrindo mão de lançar candidato próprio da legenda, o deputado estadual Pedrossian Neto à prefeitura da Capital, no sentido de ampliar o arco político no Estado.

O vice-governador é liderança testada e consagrada no Estado, com reconhecido protagonismo na vida pública: foi prefeito de Angélica aos 23 anos de idade, exerceu dois mandatos de deputado estadual e ainda foi presidente da Empresa de Saneamento de MS (a Sanesul) por mais de 7 anos e secretário estadual de Justiça e Segurança Pública por quase 2 anos.

Impacto em Dourados

Uma das primeiras consequências da filiação de Barbosinha surge com a possibilidade clara que se abre ao PSD para lançar candidatura própria na sucessão em Dourados, onde a composição das chapas municipais pelas forças aliadas em âmbito estadual só será definida mais adiante. Para a disputa douradense, o PSDB tem o ex-deputado Marçal Filho, filiado na semana passada. O PSD ainda vai discutir o assunto, mas a ideia de lançar Barbosinha está em cena, avalia a liderança do partido.

O importante, segundo Nelsinho Trad, é que “passamos a construir um mosaico pré-eleitoral com dois alicerces principais: fortalecimento orgânico e alinhamento estratégico, que passa pelos entendimentos no ambiente em que estão o PSDB e o governo estadual. Estamos somando forças, não só internas, mas com as demais parcerias do nosso bloco de ação política”, diz o senador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *