As inscrições para agentes culturais de todo o Brasil estarão abertas até o dia 14 de abril. A Pesquisa-ação: Agentes Culturais Democráticos é uma iniciativa conjunta do Ministério da Cultura (MinC) e da Universidade Federal da Bahia (UFBA), realizada em parceria com o Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT) do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências (IHAC), com o apoio da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), sendo administrativamente executada pela Fundação de Apoio à Pesquisa e à Extensão (Fapex).

O objetivo principal desta atividade é promover a troca e o desenvolvimento de conhecimentos, através de diálogos entre a pesquisa e as experiências de 600 agentes culturais de todo o país. Busca-se, assim, incentivar e aprimorar as práticas culturais democráticas em meio ao contexto atual vivenciado pelo Brasil.

Inserido nas ações de fortalecimento do Sistema Nacional de Cultura (SNC) e das políticas de formação cultural do (MinC), em colaboração com a Secretaria de Formação Cultural, Livro e Leitura (Sefli) e a Secretaria dos Comitês de Cultura (SCC), o projeto concentra-se na capacitação de gestores e agentes culturais em políticas públicas e projetos da sociedade civil.

Das 600 vagas disponíveis, 500 são destinadas ao público em geral, com inscrições gratuitas para maiores de 18 anos associados a organizações culturais. Há uma distribuição de vagas por estado e Distrito Federal, além de reservas específicas para pessoas negras, indígenas, LGBTQIA+ e com deficiência. Para acessar o formulário de inscrição, clique aqui. As 100 vagas restantes são destinadas a agentes culturais vinculados a entidades específicas.

Os 600 participantes selecionados serão envolvidos em encontros formativos realizados entre maio e setembro de 2024, distribuídos em 13 módulos online. Estes encontros contarão com a presença de 12 pesquisadores e 24 auxiliares de pesquisa, abordando temas relevantes para a ação cultural diante dos acontecimentos recentes. Durante as atividades, os agentes terão a oportunidade de desenvolver Planos de Ação Cultural, fundamentados em suas experiências e nas discussões estabelecidas no âmbito do projeto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *