Ex-namorada confessa assassinato de músico Eli Alvaro, paga fiança e é solta

arma-utilizada

Maria das Graças Barbosa de Melo, 46 anos, confessou ter assassinado a tiros o ex-namorado, Eli Álvaro, de 40 anos, nesta terça-feira (21), em depoimento na Delegacia de Polícia Civil de Três Lagoas.

Conforme apurado pela reportagem, ela não aceitava o fim do relacionamento e não se conformava em ver o ex com outra mulher.

Músico, Eli Álvaro, foi assassinado com tiro no rosto, na madrugada deste domingo (19), na rua Idolino Garcia Leal, bairro Vila Haro, em Três Lagoas. Ele participava de um grupo de pagode e era muito conhecido na cidade.

Ela prestou depoimento, confessou o assassinato, mas pagou fiança e foi solta, passado o período de flagrante (três dias).

O Crime

Músico, Eli Álvaro, de 40 anos, foi assassinado com tiro no rosto, na madrugada deste domingo (19), na rua Idolino Garcia Leal, bairro Vila Haro, em Três Lagoas, município localizado a 326 quilômetros de Campo Grande.

Conforme apurado pela mídia local, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de um possível homicídio que teria ocorrido em uma residência localizada na região sudeste do município.

Os vizinhos relataram à polícia que ouviram disparos de arma de fogo. Com isso, os militares entraram na casa e viram a vítima caída no chão com perfuração na cabeça.

Polícia Civil, Perícia, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros estiveram no local para efetuar os procedimentos de praxe. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (IMOL) e posteriormente liberado para velório e enterro.

Parentes e familiares lamentaram a morte do rapaz nas redes sociais.

“Carta aberta para o meu amor: sua luz tudo em você me encantou desde o primeiro momento. Você me disse que todos os dias do meu lado foram os dias mais felizes da sua vida e o da minha também. Você foi meu dia de sol mais bonito, você me salvou de todas as formas que alguém poderia ser salvo. Eu lembro de todas nossas conversas de você me falando o quanto você estava feliz comigo e com a nossa família. Lembro do seu sorriso, do seu olhar dengoso, do seu cheiro e de quando você me abraçava me dizendo que me ama! Você foi a melhor coisa que orisa colocou em minha vida! Vou te amar pra sempre meu amor. Chorar para que? Nesse mundo ou no outro a gente vai se ver!”, disse a namorada da vítima em suas redes sociais.

Com Correio do Estado

Compartilhe nas Redes Sociais

Outras Notícias

Banca Digital

Edição 217