• Na manhã desta quinta-feira (2) João José Furtado Neres, suspeito de ser o autor do duplo homicídio de Daniela Luiz e o filho, Gustavo Luiz dos Santos, ocorrido na noite desta quarta-feira (1) em Ribas do Rio Pardo, foi morto ao resistir a prisão e entrar em confronto com os policiais militares. Ele foi alvejado e socorrido pelos policiais mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

    O suspeito estava sendo procurado desde a madrugada desta quinta-feira por causa de um crime que chocou a população rio-pardense. Mãe e filho foram brutalmente assassinados a facadas e a avó do adolescente também foi atingida e está internada e talvez tenha até que fazer cirurgia delicada.

    Entenda o caso

    Mãe e filho, de 30 e 14 anos, foram mortos esfaqueados pelo ex-companheiro da mulher, na noite dessa quarta-feira (1º).

    Além das vítimas fatais, a avó do adolescente foi esfaqueada e socorrida em estado grave para hospital na capital. Conforme divulgada pela Polícia Militar, a tragédia ocorreu entre às 23h30 e 0h.

    Daniela Luiz e o filho, Gustavo Luiz dos Santos, não resistiram aos ferimentos e morreram no local do crime. Segundo apurado, na casa também havia uma criança, de 4 anos, filha da mulher, e não foi ferida.

    A mulher de 52 anos, socorrida em estado grave, deu entrada na Santa Casa, às 3h17, com choque hemorrágico. Conforme informou o hospital, a vítima realizará exames laboratoriais e de imagem para avaliação pela neurocirurgia. Até o momento, nenhum procedimento cirúrgico foi realizado.

    O caso foi registrado como duplo homicídio e tentativa de homicídio. A apuração segue em investigação pela Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *