Uma mulher de 41 anos foi morta a facadas no Conjunto Habitacional Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (25).

Mário Júnior, marido da vítima, identificada como Juliana, é o principal suspeito do crime. Após o assassinato, ele teria ateado fogo na casa e fugido.

Segundo informações da polícia, o homem também trancou a filha da esposa, de apenas 7 anos, dentro da residência em chamas. A criança foi resgatada por um vizinho.

Foto

Na madrugada desta segunda-feira (25), Mário Júnior postou uma foto ao lado da mulher, com música romântica, horas antes de cometer o crime. A música escolhida pelo assassino dizia “quando eu sonhava com o amor perfeito nem de longe era tão perfeito assim”.

Eles tinham casado no cartório seis dias antes do crime.

 

Fonte: Portal R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *