O sistema de valores a receber do Banco Central ainda tem R$ 7,5 bilhões disponíveis para resgate, segundo novo balanço divulgado nesta quinta-feira (7).
Ao todo, mais de 16 milhões de pessoas já sacaram o dinheiro esquecido em bancos e instituições financeiras.
A maior parte do dinheiro esquecido vem de bancos e consórcios. Já foram recuperados pela população R$ 5,31 bilhões até outubro, o que beneficiou pouco mais de 16 milhões de pessoas físicas e quase 812 mil empresas.
Mais da metade tem até R$ 10 para receber. Cerca de 40,6 milhões de pessoas físicas e 3 milhões de pessoas jurídicas têm algum dinheiro esquecido em bancos ou instituições financeiras.
Veja a divisão por valor esquecido, considerando que há beneficiários em mais de uma faixa:
Até R$ 10: 62,98% De R$ 10,01 a R$ 100: 25,71% De R$ 100,01 a R$ 1.000: 9,64% Acima de R$ 1.000,01: 1,68%

Como resgatar o dinheiro

Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br na data e no período de saque informado na primeira consulta. Caso tenha esquecido qual era o dia, é possível voltar ao sistema na repescagem. Faça login com a conta gov.br (nível prata ou ouro). O resgate é autorizado para quem tem conta acima do nível bronze. Clique aqui para saber como criar uma conta. Se você ainda não tiver conta bronze, faça logo o cadastro ou aumente o nível de segurança no site ou no aplicativo gov.br. A orientação do BC é não deixar para criar a conta e/ou ajustar o nível no dia de agendar o resgate. Leia e aceite o termo de responsabilidade. Verifique o dinheiro a receber, a instituição que deve devolver o valor e a origem (tipo) do valor. O sistema poderá fornecer informações adicionais, se for o caso. Clique em uma das opções indicadas pelo sistema:
“Solicitar por aqui”: para devolução do valor via Pix, em até 12 dias úteis. O usuário deverá escolher uma das chaves Pix, informar os dados pessoais e guardar o número de protocolo, caso precise entrar em contato com a instituição.
“Solicitar via instituição”: voltado para usuários que não têm Pix. Neste caso, será preciso entrar em contato pelo telefone ou e-mail informado para combinar com a instituição a forma de retirada. Os canais de atendimento da instituição vão aparecer na tela de informações dos valores a receber.

Consulta valores a receber

É possível consultar se você tem valores a receber pela página do BC. Acesse o site oficial, informe seu CPF e data de nascimento e clique em “consultar”.

De onde vem o dinheiro?

O sistema de valores a receber permite que pessoas físicas e jurídicas consultem valores como:
– Contas corrente ou poupança encerradas com saldo disponível;
– Tarifas cobradas indevidamente;
– Parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente;
– Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários de cooperativas de crédito;
– Recursos não procurados de grupos de consórcio encerrados; Contas de pagamento pré-paga e pós-paga encerradas com saldo disponível

Cuidado com golpes

– Fique atento a golpes envolvendo o nome do sistema do BC.
– Nunca clique em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram, nem faça qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores.
– Ninguém vai pedir dados pessoais ou senhas para liberar o dinheiro.
– Todos os serviços do Valores a Receber são gratuitos.

 

Fonte: FolhaPress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *