De sexta-feira para cá, quando começou a operação de Natal nas rodovias federais e estaduais de Mato Grosso do Sul, já foram registradas 11 mortes no trânsito. Os casos aconteceram na BR-376, BR-267, BR-163, MS-306, MS-379 e MS-395. Teve saída de pista com capotagem, colisão de frente, ultrapassem malsucedida e acidente com placa de sinalização.

Um dos acidentes mais impressionantes foi registrado na madrugada desta segunda-feira (25), em Fátima do Sul, quando um casal caiu do viaduto, na BR-376, com a moto que ocupava. Rafaela Brito Torres, de 21 anos, morreu no local. Lucas de Souza Silva, de 20 anos, chegou a ser socorrido, mas não resistiu. A motocicleta ficou pendurada numa árvore.

Na manhã de domingo, na véspera de Natal, na BR-267, próximo ao Distrito de Nova Casa Verde, em Nova Andradina, o produtor musical, Ivan Gonçalves Teixeira de Lima, de 45 anos, e a cantora Ariane Renovato Ross, de 40 anos, morreram após veículo Nissan/Tiida (foto) que ocupavam capotar. Ivan era pianista e trabalhava com a cantora Luiza Possi.

Um acidente envolvendo dois veículos causou a morte de uma mulher de 56 anos, natural de Rondonópolis (MT). A ocorrência foi no final da tarde de ontem na BR-163 na altura do km 570 na cidade de Camapuã. Outras cinco pessoas ficaram feridas. A vítima estava no veículo Honda HRV e as outras pessoas feridas em um VW Space Fox. Os carros colidiram de frente.

Claudenice José de Oliveira, de 61 anos, morreu na manhã de sábado depois de perder o equilíbrio, cair e ser atropelada pelo trator conduzido pelo marido, na Fazenda Chapadão, em Ribas do Rio Pardo.

Em Cassilândia, idoso de 66 anos, que não teve o nome divulgado, morreu na MS-306, após perder o controle da moto e bater numa placa que estava no canteiro da pista. O acidente ocorreu na manhã de sábado (23) por volta das 10h30 no km 139, cerca de 25 km de Chapadão do Sul.

Entre Laguna Carapã e Dourados, o mototaxista Plínio Hemetério de Souza Filho, de 61 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu em acidente ocorrido na rodovia estadual MS-379, na manhã de sexta-feira (22).

O policial militar Valdecir Alves Correia, de 58 anos, morreu durante capotagem na rodovia estadual MS-395, trecho próximo à cidade de Anaurilândia, no fim da tarde desta sexta-feira (22). Outras vítimas ficaram feridas com o acidente. O militar conduzia uma Chevrolet S-10 no sentido Bataguassu/Anaurilândia quando perdeu o controle da direção, o veículo saiu da pista e capotou.

Na madrugada de sexta-feira, Rosimeire Camargo Cano de Andrade, de 35 anos, e o marido, Bruno Tarciso Lima Nunes, de 34, morreram após capotagem do carro que ocupavam, na BR-163, próximo ao Trevo da Bandeira, em Dourados. As vítimas ocupavam um Volkswagen Gol prata, dirigido por Bruno, e seguiam para casa de familiares em Dourados, onde passariam as festas de fim de ano.

 

Fonte: Campo Grande News
Foto: Jornal da Nova

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *